Busca:
 
Artigo
 
Artigo: As Empresas Globais e a busca pelo Desenvolvimento Sustentável
Área: Relações internacionais
Autor(es): Carla Costa | | | | | | | | |
 
A globalização acelerou o processo de inserção de empresas globais no cenário internacional e desta forma dinamizou os fluxos comerciais, industriais que acabam determinando os rumos de consumo interno e externo, alterando as suas realidades locais e assim projetando á essas empresas uma responsabilidade não só social ou econômica, mas também sustentável.
Atualmente o papel adquirido por muitas empresas multinacionais e transnacionais quanto á sua responsabilidade social é muito grande, pois a maioria dessas empresas arrecada enormes fluxos de capitais, que podem superar a riqueza de muitos países. Hoje em dia, o lucro adquirido por essas empresas acabam por assumir um papel decisivo que impactam a sociedade de forma quase absoluta, seria o momento de se pensar qual é o papel das empresas globais na construção da sociedade e de sua responsabilidade social nos próximos séculos. Aos poucos, mesmo ainda sem perceber a profundidade desta mudança, muitas empresas estão definindo suas estratégias sustentáveis. De certa forma a corrida pelo desenvolvimento sustentável é crescente e acaba por enfatizar em jornais e revistas a preocupações das empresas para com o meio ambiente e ao mesmo tempo demonstram á seus clientes que não visam somente o lucro desenfreado, mas sim a garantia de crescimento sustentável.
Depois dos relatórios gerados pelo Onu em relação ao Aquecimento Global no mundo. Muitos Países procuraram criar estratégias que diminuíssem a poluição causada pelas empresas e industrias , estratégias essas como a do Japão, conforme divulgação em um web site de desenvolvimento sustentável, Kazuhiko , diretor do departamento de promoção dos mecanismos de comércio de cota de carbono na Organização de Desenvolvimento de Novas Energias e Tecnologia Industrial (Nedo), disse que o Japão avaliava vários esquemas com vistas a cumprir suas metas. A Nedo está encarregada dos investimentos japoneses realizados no âmbito do Mecanismo de Desenvolvimento Limpo, um esquema que permite aos países ricos e poluentes custear os cortes na emissão de gases do efeito estufa em países mais pobres e utilizá-los para atingir suas metas de redução de emissão ou vendê-los para ter lucro.No caso da Nedo identificamos que uma de suas estratégias corporativas para se adequar á questão do desenvolvimento sustentável, é a diminuição de poluentes através do mecanismo de cotas na emissão de gases de efeito estufa do Países Pobres.
Não podemos negar que com a globalização e o capitalismo, o potencial consumista cresceu forçando as empresas a produzirem bem mais e conseqüentemente degradarem o meio ambiente com resíduos tóxicos e outros poluentes. Portanto, entre as inúmeras propostas para a aplicação de um desenvolvimento sustentável é necessário promover dentre outras coisas: a produção de energia a partir de fontes alternativas que não agridem o meio ambiente, a implantação do selo verde em produtos oriundos de madeira, comprovando que sua origem não está ligada à extração predatória de áreas nativas e que realizam o manejo florestal, instituir a criação de peixes e animais marinhos para impedir a pesca predatória e principalmente a criação de projetos em âmbito global de reciclagem e tratamento de lixo, realizando a reutilização de materiais. Além disso as empresas devem promover a conscientização das pessoas quanto ao consumismo desnecessário, tendo também propostas na geração de produtos em quantidades adequadas para o consumos visando a qualidade dos mesmo para poupar as reservas de recursos naturais que possam ser tornar escassos algum dia.
Este plano de ação levaria as empresas á repensarem não somente no aumento de suas riquezas econômicas, mais também na consciência de utilizar os recursos da natureza do presente de maneira que não comprometa as reservas que serão necessárias às gerações futuras, unindo a manutenção das sociedades com a preservação ambiental e buscando cada vez mais alternativas que não agridam o meio ambiente que o homem tanto transforma.
 
Outras Informações:
RiansiDesign